Resenha do livro: Harry Potter e a Criança Amaldiçoada


  Título Original: Harry Potter and the Cursed Child
  Nome dos Autores: J.K. Rowling, John Tiffany e Jack Thorne
  Número de Páginas: 352
  Editora: Rocco
  Nota Pessoal: 3/5

Sinopse:
Sempre foi difícil ser Harry Potter e não é mais fácil agora que ele é um sobrecarregado funcionário do Ministério da Magia, marido e pai de três crianças em idade escolar. Enquanto Harry lida com um passado que se recusa a ficar para trás, seu filho mais novo, Alvo, deve lutar com o peso de um legado de família que ele nunca quis. À medida que passado e presente se fundem de forma ameaçadora, ambos, pai e filho, aprendem uma incômoda verdade: às vezes as trevas vêm de lugares inesperados. 
Baseada em uma história original escrita por J.K. Rowling, John Tiffany e Jack Thorne, Harry Potter e a Criança Amaldiçoada é uma nova peça teatral de Jack Thorne. É a oitava história de Harry Potter e a primeira a chegar aos palcos. Essa Edição Especial do Roteiro de Ensaio leva aos leitores do mundo todo a continuação da jornada de Harry Potter, seus amigos e familiares, imediatamente após a estreia mundial da peça no West End de Londres em 30 de julho de 2016.
A peça Harry Potter e a Criança Amaldiçoada é uma produção de Sonia Friedman Productions, Colin Callender e Harry Potter Theatrical Productions.

Como tinha prometido no post anterior, eis a resenha deste livro.
    Antes de lê-lo tinha pedido opiniões de amigos sobre ele e muitos fizeram só críticas negativas, apontando como uma mera fanfic e que não considera como um oitavo livro da saga. Em parte concordo com eles. Também não considero como um oitavo livro, e sim isso não passa de uma fanfic, mas deu para matar a saudades daqueles personagens que tanto amo e não é tão ruim assim.
   A leitura é de fácil entendimento -lembrando que é feito em formato de peça (já que é o roteiro original). Tem um personagem que me apeguei bastante, adoraria saber um pouco mais sobre ele, Scorpius Malfoy, filho do Draco Malfoy, e melhor amigo de Alvo Severo Potter, filho do Harry Potter. 
    Não gostei do Alvo, ele é muito mesquinho e fica se fazendo de vítima o livro todo. Tudo acontece porque ele não é amado que nem seus irmãos, seu pai não gosta dele e blablabla, achei bem cansativo isso. Já Scorpius, mesmo fazendo alguns dramas, não se compara a Alvo, é inteligente (versão masculina da Hermione,na minha opinião), tenta ajudar Alvo em todas suas loucuras. Podemos dizer que o Trio de Ouro (Harry, Hermione e Rony) da saga é "substituído" por essa dupla em Criança Amaldiçoada.
    Há algumas passagens dos outros livros, e as cenas se repetem muuuuito, muuuuitas vezes...
    O livro não é ruim, mas só aconselho a ler caso queira matar saudades, não crie tantas expectativas em relação a ele...
    Deixem nos comentários suas opiniões...  O que você achou sobre esse livro? :)

Quote: "Já faz algum tempo. Meninos. No meu banheiro. No meu banheiro das meninas. Ora, isto não está certo... mas eu sempre tive um fraco pelos Potter. E fui moderadamente parcial com um Malfoy também."  (Pág.: 166)

Compartilhe!

Comente este post!

    Comentários

0 comentários:

Postar um comentário

Dávila Vasconcelos. Tecnologia do Blogger.